terça-feira, 20 de março de 2012

Corinthians Campeão da Libertadores

Delírio? Não. Playstation? Não. Foi sonho sim. E não no sentido filosófico, com se fosse algo que esperamos conquistar e sim sonho literal.Escrevo este texto após o primeiro jogo entre Cruz Azul e Corinthians realizado no México. O Corinthians jogou muito bem e só não conseguiu a vitória por sorte dos mexicanos e pela má pontaria de nossos jogadores. Enfim, tudo me disse que apesar de não ter um jogador destaque que desequilibra, o time tem um bom conjunto e é muito competitivo. Depois de momentos de aflição no final do jogo, fui dormir.

No meu sonho eu acordava no dia seguinte ao jogo. Mas não era este contra o Cruz Azul. No meu sonho o Corinthians tinha jogado com outro adversário na noite anterior e havia ganhado por uma placar apertado tipo 1x0 ou 2x1 e também tinha passado por vários momentos difíceis durante a partida. Acordei com aquele alívio de vitória conquistada à duras penas. Encontrei-me com meus amigos que estavam eufóricos, fazendo festa, bebendo cerveja, jogando confete, uma muvuca dos infernos. Perguntei o que se passava. Eles ficaram surpresos.
- Como assim o que se passa? O Corinthians ganhou ontem.
- Tudo bem que ganhou. Eu também vi. Fiquei feliz. Mas também não é pra tanto. – disse eu.
- Não é pra tanto? Você bebeu? Encheu a cara? O Corinthians é campeão da Libertadores cara! Você dormiu durante a partida?
Fiquei perplexo. Comecei a tentar lembrar da noite passada. Lembrei da vitória, do final da partida onde a televisão focalizava os torcedores se abraçando e começou a se desenhar na minha mente a verdade. Que o Corinthians tinha acabado de ganhar o torneio. Dei-me conta da grandiosidade do acontecimento e também gritei de emoção.

No meio entre gritos e festejos comecei a chorar. Não sou tão torcedor assim de futebol a ser chamado pelos outros de “roxo”. Acompanho futebol, gosto de assistir aos jogos mas só. Não sou de entrar em discussões sobre rivalidade, não entro em brigas, não tenho nenhum preconceito em relação a outros times. Claro que a gente torce contra os rivais diretos, mas é só uma forma de brincadeira com nossos amigos. Pensando agora não sei por que fiquei tão emocionado assim no sonho. Será que eu repetirei a cena quando o fato se consumar na vida real? Depende muito do meu estado sentimental do dia. Mas é bem improvável que eu chegue a um comportamento tão forte quanto o choro por uma partida.

Não sei se este ano será O ano do tão esperado e cobrado título, mas que ele sairá isto eu não tenho dúvidas. O André Sanches, ex-presidente do time já cantou a bola dizendo que quanto mais houver participação na Libertadores mais chances tem que acontecer o título. E nos últimos anos tem sido uma constante a participação corintiana.

E também me inspirei em um texto que li de uma corintiana no facebook que exponho abaixo. Não é um texto apenas de orgulho corintiano, mas um texte de esperança, que pode ser usado em qualquer área da vida. Um texto motivacional.

"LIBERTADORES" Único argumentos dos antis
O argumento dos Anti-Corinthianos? “Libertadores”. É a única coisa que sabem argumentar atualmente.

O Corinthians, em 80 anos de existência, nunca havia sido campeão nacional, enquanto que seus maiores rivais, Palmeiras e São Paulo, já eram bi-campeões nacionais. A gozação era igual ou até maior comparado à Libertadores, pois até mesmo o GUARANI de Campinas-SP já havia sido campeão brasileiro em 1978. O Corinthians era taxado como time regional, porque, até então, só vencera campeonatos paulistas e torneios Rio-SP.

Mas em 1990 venceu o seu primeiro campeonato brasileiro. E nos últimos 21 anos, um clube que não tinha títulos nacionais, alcançou 7 conquistas nacionais: campeonatos brasileiros em 90, 98, 99, 2005 e copas do Brasil em 95, 2002, 2009.

A gozação passou a ser “o Corinthians não tem estrutura, não tem estádio, não tem Libertadores”.

Entre 2004 e 2011, o Corinthians foi o clube que mais cresceu em valor gerado para a sua marca, possui um dos maiores patrocínios do mundo e passou a ser a marca mais valiosa do futebol brasileiro, avaliada em 867 milhões de reais. É o time que mais arrecada e fatura com suas cotas de patrocínios e produtos oficiais, arrecadando em bilheteria no ano passado mais do que São Paulo e Palmeiras juntos. Além disso, é o 1º da lista dos clubes brasileiros mais ricos, com uma receita de 212 milhões de reais.

O CT Joaquim Grava foi inaugurado em setembro de 2010 e a estrutura é de primeiro mundo, sendo comparado com a de clubes europeus, possuindo alojamentos, 4 campos de treinamento, vestiários, sala de imprensa, centro de reabilitação e fisioterapia, piscina, sauna, banheira de hidromassagem, sala de musculação, etc.

As obras do estádio começaram em maio de 2011. E mais que simplesmente o estádio do Corinthians, em outubro de 2011, a FIFA anunciou oficialmente como o palco de abertura da Copa do Mundo de 2014, além de outras três partidas da fase de grupos, uma das oitavas-de-final e uma da semi-final.

Então, Anti-Corinthianos, vão fazendo gozações enquanto podem, pois o ex-time sem título nacional, sem estrutura e sem estádio caminha a passos largos; e o próximo passo é a Libertadores, que garanto: está mais perto do que longe, mais próximo do que vocês imaginam.

Um comentário:

  1. Já atualizei seu link lá no blog. Feliz dia do blogueiro. Big Beijos

    ResponderExcluir